segunda-feira, 4 de abril de 2016

CUIDADO COM AS ALIANÇAS QUE VOCÊ FAZ!


TEXTO: 2 Crônicas 18:1-3
1 Tinha Josafá riquezas e glória em abundância; e aparentou-se com Acabe.
2 Ao cabo de alguns anos, foi ter com Acabe, em Samaria. Acabe matou ovelhas e bois em abundância, para ele e para o povo que viera com ele; e o persuadiu a subir, com ele, a Ramote-Gileade.
3 Acabe, rei de Israel, perguntou a Josafá, rei de Judá: Irás tu, comigo, a Ramote-Gileade? Respondeu-lhe Josafá: Serei como tu és, o meu povo, como o teu povo; iremos, contigo, à peleja.

INTRODUÇÃO: O texto que acabamos de ler, nos fala sobre o perigo das alianças que firmamos com pessoas erradas.

Aliança significa: aliar-se, associar-se ou ainda unir (união). Quando uma aliança é estabelecida, uma associação é feita…

E, por toda a Bíblia, encontramos varias alianças estabelecidas entre Deus e o homem ou ainda entre homens.

Uma aliança pode ser realizada em diversos âmbitos: militar, comercial, político, de casamento, dentre outros.

Havia também vários requisitos legais para se fazer uma aliança: 
(Mas eu vou destacar apenas 1)

Havia uma troca de presentes ou de responsabilidades:

(1) Trocavam-se cintos, armaduras, armas, túnicas...

(2) Trocavam-se também favores e proteção contra os inimigos.

O significado destra troca era: que aquilo que é de um é do outro também. Em outras palavras uma pessoa ou nação ficava compromissada a outra.

E foi justamente isso que ocorreu entre Josafá e Acabe. Imaginem! Josafá, um rei temente a Deus chegou até mesmo a dizer para o rei Acabe, um homem ímpio, idólatra e cruel: "Serei como tu és, o meu povo, como o teu povo; iremos, contigo, à peleja".

Por isso amados, em toda a história bíblica o maior perigo que se colocava no caminho do Povo de Deus em sua trajetória para Canaã era:

O PERIGO DE FIRMAREM UMA ALIANÇA QUE DEUS CERTAMENTE REPROVARIA E QUE COMPROMETERIA O SUCESSO DA JORNADA

Veja: Êxodo 34:10-12

10 Então, disse: Eis que faço uma aliança; diante de todo o teu povo farei maravilhas que nunca se fizeram em toda a terra, nem entre nação alguma, de maneira que todo este povo, em cujo meio tu estás, veja a obra do SENHOR; porque coisa terrível é o que faço contigo.
11 Guarda o que eu te ordeno hoje: eis que lançarei fora da sua presença os amorreus, os cananeus, os heteus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus.
12 Abstém-te de fazer aliança com os moradores da terra para onde vais, para que te não sejam por cilada.

O maior perigo para o povo de Deus não era a perseguição, mas a contaminação moral e espiritual que vinha desta aliança.

Eles deveriam tomar cuidado em formar alianças que os levaria a andar nos caminhos dos povos pagãos. Com certeza, atrás deste cenário espiritual também vemos os intentos do diabo.

O diabo é mais perigoso em sua astúcia do que em sua fúria. Ele é mais perigoso em suas ciladas do que em sua força. Ele é mais perigoso quando trabalha em surdina do que quando nos enfrenta cara a cara

Mesmo hoje, corremos o mesmo tipo de perigo. Não é a perseguição, mas a contaminação que é o nosso maior perigo no mundo. Nós devemos ser um povo separado, santificado – AMÉM?

Há um elemento importante na história do Povo Judeu que nós precisamos entender.

a- O Povo Hebreu representado por 12 tribos até Salomão. Até então era apenas um Reino (Uma Nação).

b- Depois da morte de Salomão, as 12 tribos se dividiram. (1) No Reino do Norte (Israel) ficaram 10 tribos. (2) No Reino do Sul (Judá) ficam apenas as tribos de Judá e Benjamim.

c- Deste ponto em diante, Israel e Judá se tornaram dois reinos separados.

(1) O Reino do Norte (Israel) tendo Samaria como a sua cidade capital, se tornou um Reino totalmente apóstata e idólatra. Todos os seus 19 reis foram maus aos olhos do Senhor. Destes, sete reis foram assassinados, um cometeu suicídio, um foi ferido por Deus e outro foi deposto e levado para Assíria.

(2) O Reino do Sul (Judá), com capital em Jerusalém, seguiu tendo um descendente de Davi como rei. Ao contrário do Reino do Norte (Israel), Judá teve reis bons e alguns maus. Judá conseguiu ainda que com dificuldades preservar o culto a YHVH e a preservação da linhagem real davídica do qual deveria vir o prometido Messias, de acordo com os profetas do Velho Testamento.

Em vários momentos na história Israel e Judá entram em guerra entre si, além de guerrearem com outras nações.

Mas agora a situação é diferente!

Por isso, o texto de hoje é relevante para nós. Porque neste momento Josafá que é o Rei de Judá, tido como um rei bom e temente a Deus, aceita fazer uma aliança com o Rei Acabe – Rei de Israel (que era um rei idólatra e perverso) para tomar a cidade de Ramote Gileade, uma cidade refúgio, que era dos Meraritas.

Nós vamos aprender através deste texto que Alianças erradas sempre geram consequências negativas e até mesmo desastrosas. Através deste episódio bíblico eu quero ver contigo...

Quais algumas consequências negativas que podem nos sobrevir em função de alianças erradas.

I.) AS ALIANÇAS ERRADAS NOS EXPÕEM A DECISÕES  DESASTROSAS. (v. 1,2)
(VS 1) “Tinha Josafá riquezas e glória em abundância; e aparentou-se com Acabe!.
(VS 2) “Ao cabo de alguns anos, foi ter com Acabe, em Samaria. Acabe matou ovelhas e bois em abundância, para ele e para o povo que viera com ele; e o persuadiu a subir, com ele, a Ramote-Gileade”.

> Josafá tomou duas decisões erradas em sua vida:

Aparentou-se com Acabe: (VS 1) “Tinha Josafá riquezas e glória em abundância; e aparentou-se com Acabe!”.

Pergunta: Qual a necessidade Josafá tinha para se aparentar com Acabe?

Resposta: Pessoalmente eu creio que o que motivou Josafá a tomar esta decisão foi a busca de mais poder e riquezas!

Em 2 Crônicas 21:6 vemos que a decisão de Josafá de se aparentar com Acabe resultou mais tarde com o casamento de Jorão, seu filho com Atalia, filha de Acabe. E esse casamento foi um desastre.

4 Tendo Jeorão assumido o reino de seu pai e havendo-se fortificado, matou todos os seus irmãos à espada, como também alguns dos príncipes de Israel.
5 Era Jeorão da idade de trinta e dois anos quando começou a reinar e reinou oito anos em Jerusalém.
6 Andou nos caminhos dos reis de Israel, como também fizeram os da casa de Acabe, porque a filha deste era sua mulher; e fez o que era mau perante o SENHOR.

Depois de uma enfermidade terrível, a Bíblia diz que Jeorão morreu sem deixar saudades!

20 Era ele da idade de trinta e dois anos quando começou a reinar e reinou oito anos em Jerusalém. E se foi sem deixar de si saudades; sepultaram-no na Cidade de Davi, porém não nos sepulcros dos reis.

Foi para Samaria ter com Acabe.  Samaria havia se tornado um centro de apostasia e de idolatria. Aquele não era o lugar para um rei temente a Deus estar!

Josafá sabia da índole de Acabe, mas mesmo assim ele é influenciado e vai até Samaria.  

Estar em Samaria representa estarmos em um lugar onde certamente o Senhor não aprovaria. Samaria representa estar na contramão da vontade de Deus para a nossa vida!

> Alianças erradas não o estão levando a tomar decisões desastrosas para um servo de Deus?

II.) AS ALIANÇAS ERRADAS NOS EXPÕEM A MÁS INFLUÊNCIAS.(v. 3)
“Acabe, rei de Israel, perguntou a Josafá, rei de Judá: Irás tu, comigo, a Ramote-Gileade? Respondeu-lhe Josafá: Serei como tu és, o meu povo, como o teu povo; iremos, contigo, à peleja”.

> Josafá foi mal influenciado por Acabe. Este o convenceu a lutar em uma guerra desnecessária!

- Quantos irmãos tementes a Deus estão em uma luta (ou sofrendo uma consequência) por conta de influencias erradas em suas vidas?

> Uma influencia errada é aquela que não está disposta a ouvir a Deus! Acabe era assim; ele uma pessoa que queria que os profetas só falassem aquilo que ele queria ouvir. Cuidado com tal tipo de influência! Devemos estar dispostos a ouvir não o que queremos, mas o que Deus quer falar!

> Que tipo de má influencia temos recebido? Isso não significa que estamos entrando em alianças erradas?

III.) AS ALIANÇAS ERRADAS NOS EXPÕEM À DESOBEDIÊNCIA (v. 28)
28 Subiram o rei de Israel e Josafá, rei de Judá, a Ramote-Gileade.

Antes da decisão de atacarem aquela cidade Josafá dá alguns conselhos ao rei Acabe. (vs 4-6)

4 Disse mais Josafá ao rei de Israel: Consulta, primeiro, a palavra do SENHOR.
5 Então, o rei de Israel ajuntou os profetas, quatrocentos homens, e lhes disse: Iremos à peleja contra Ramote-Gileade ou deixarei de ir? Eles disseram:
6 Sobe, porque Deus a entregará nas mãos do rei.

Josafá percebe que aqueles profetas não eram profetas do Senhor e chega a dar outro palpite:

“Disse, porém, Josafá: Não há, aqui, ainda algum profeta do SENHOR, para o consultarmos?”

Acabe então respondeu:

– Existe outro, que se chama Micaías, filho de Inlá. Mas eu tenho ódio dele porque nunca profetiza para mim o que é bom, mas só o que é ruim.

Depois de muita conversa, lá no versículo 16 ele: “Então, disse ele: Vi todo o Israel disperso pelos montes, como ovelhas que não têm pastor; e disse o SENHOR: Estes não têm dono; torne cada um em paz para sua casa”.

E mais amados! Micaías mostra claramente que aqueles profetas que Acabe costuma consultar eram todos eles usados por um espírito mentiroso enviados da parte de Deus.

Micaías então toma um tapa na cara por um oficial do rei e Acabe ordena que ele fosse lançado no cárcere angustiando-o com escassez de água e pão. Agora pensem comigo!

> Josafá tinha ouvido a palavra do profeta Micaías e deveria ter agido de acordo com esta Palavra. Deveria ter desfeito a aliança com Acabe e voltado para sua casa! Mas ele não desfez esta aliança!


Isaías 30:1 “Ai dos filhos rebeldes, diz o SENHOR, que executam planos que não procedem de mim e fazem aliança sem a minha aprovação, para acrescentarem pecado sobre pecado!”

> Quando estamos em alianças erradas não queremos voltar atrás, não queremos chatear nossos parceiros, ficamos sem graça de não seguir em frente e terminamos sendo insensíveis às orientações de Deus e de Sua Palavra!

> Você tem desobedecido a Deus? Isso não tem sido consequência de alianças erradas?

IV.) AS ALIANÇAS ERRADAS NOS EXPÕEM A GRANDES PERIGOS – v. 29-31
29 Disse o rei de Israel a Josafá: Eu me disfarçarei e entrarei na peleja; tu, porém, traja as tuas vestes. Disfarçou-se, pois, o rei de Israel, e entraram na peleja.
30 Ora, o rei da Síria dera ordem aos capitães dos seus carros, dizendo: Não pelejareis nem contra pequeno nem contra grande, mas somente contra o rei de Israel.
31 Vendo os capitães dos carros a Josafá, disseram: Este é o rei de Israel. Portanto, a ele se dirigiram para o atacar. Josafá, porém, gritou, e o SENHOR o socorreu; Deus os desviou dele.

> Por ter feito uma aliança errada, Josafá quase morreu! Ele só não morreu porque ele clamou por Deus naquela hora! E a Palavra é muito clara em dizer que: “O Senhor o socorreu...”

> O rei Acabe morreu em função da sua desobediência – v. 33,34

33 Então, um homem entesou o arco e, atirando ao acaso, feriu o rei de Israel por entre as juntas da sua armadura; então, disse este ao seu cocheiro: Vira e leva-me para fora do combate, porque estou gravemente ferido.
34 A peleja tornou-se renhida naquele dia; quanto ao rei, segurou-se a si mesmo de pé no carro defronte dos siros, até à tarde, mas, ao pôr-do-sol, morreu.

> A quantos perigos temos nos exposto em função de alianças erradas?

> Depois da morte de Acabe Josafá volta para o seu reino, mas é repreendido pelo profeta Jeú e o texto nos diz que sobre ele caiu a ira de Deus.

1 Josafá, rei de Judá, voltou para sua casa em paz, para Jerusalém.
2 O vidente Jeú, filho de Hanani, saiu ao encontro do rei Josafá e lhe disse: Devias tu ajudar ao perverso e amar aqueles que aborrecem o SENHOR? Por isso, caiu sobre ti a ira da parte do SENHOR.
3 Boas coisas, contudo, se acharam em ti; porque tiraste os postes-ídolos da terra e dispuseste o coração para buscares a Deus.

> Ao fazermos alianças erradas ficamos expostos à repreensão e correção. Embora sejam uma benção, doem!

> Não sabemos exatamente como a ira de Deus caiu sobre Josafá. Deus é justo. Devemos evitar estar sujeitos à Ira do Todo-Poderoso!

> Suas alianças não o estão expondo à correção, repreensão e até à ira de Deus?

Conclusão:

Josafá errou ao fazer a aliança com Acabe. Errou em não ter dado ouvidos às orientações de Deus através de seu profeta.

Ainda assim pediu socorro ao Senhor. É o que temos de fazer quando, ao errarmos em nossas alianças, estivermos em apuros! Talvez ainda haja esperança – Lm 3.29.

Talvez você ainda não fez uma aliança que Deus não aprova, mas está prestes à fazer! Desista em Nome de Jesus! Busque a direção do Senhor!

E se você fez uma aliança errada, arrependa-se e concerte a sua aliança com Deus!

Pr. Gilberto Oliveira Rehder
Igreja Metodista em Catalão-GO
Culto de Ministração da Ceia do Senhor











Nenhum comentário:

Postar um comentário