segunda-feira, 27 de abril de 2015

UM CLAMOR POR AVIVAMENTO


TEXTO: “Tenho ouvido, ó SENHOR, as tuas declarações, e me sinto alarmado; aviva a tua obra, ó SENHOR, no decorrer dos anos, e, no decurso dos anos, faze-a conhecida; na tua ira, lembra-te da misericórdia”. Habacuque 3.2  

INTRODUÇÃO: Para o mês de maio, o Senhor colocou em meu coração trabalhar o tema do avivamento. O tema da próxima campanha de nossa igreja será UM CLAMOR POR AVIVAMENTO. Mas por que trabalhar esse tema? Por que precisamos de um avivamento?

Um diagnóstico da Igreja hoje:

O último censo apresentado pelo IBGE apresentou-nos números extremamente significativos. Passamos de 15,4% para 22,2% da população brasileira, o que corresponde a mais de 40 milhões de evangélicos no Brasil. Quando olhamos esses números podemos em primeiro momento ficar empolgados, mas quando olhamos a realidade desses mais de 40 milhões de evangélicos o sentimento é de profunda tristeza. Vejamos alguns diagnósticos de nossa situação:


1- Uma Igreja que abandonou o conhecimento da Palavra de Deus.
O que falta hoje é sede e aprofundamento espiritual, anseio pelo conhecimento de Deus. É difícil encontrar amantes das Escrituras.
Em uma pesquisa nos EUA, um país de berço cristão, nos dá um exemplo desse analfabetismo bíblico. Veja os resultados de uma recente pesquisa:
▪ Metade de todos os adultos não conseguem dar o nome dos 4 evangelhos.
▪ Muitos que se dizem crentes não conseguem identificar mais de 2 ou 3 dos 12 discípulos de Cristo.
▪ 60% dos americanos não conseguem citar nem 5 dos 10 mandamentos.
▪ 82% dos americanos creem que a frase “Deus ajuda quem cedo madruga” é um versículo da Bíblia.
▪ Uma pesquisa entre formandos do segundo grau revelou que 50% deles pensam que Sodoma e Gomorra eram marido e mulher.
. Algumas pessoas acham por exemplo que uma epístola é a mulher de um apóstolo.

2- Uma Igreja que adotou outras formas de idolatria.
A Igreja protestante sempre combateu a idolatria de imagens de escultura conforme nos ensina nos 10 mandamentos. Mas isso não faz de nós menos idólatras; pois existem outras formas de idolatria: (a) dinheiro (b) bens (c) personalidades (d) vaidade... Adoramos pessoas vivas...
A idolatria é um dos pecados mais terríveis listados na Bíblia, porque consiste em dar glória e veneração a algo ou alguém que não seja o próprio Deus, o único que é digno de toda honra, toda glória, todo louvor e toda adoração

3- Uma Igreja que não tem mais paixão pelas almas.
Wesley disse algo que parece difícil demais para a Igreja atual compreender: “Vocês não tem nada a fazer a não ser salvar almas, então gaste e seja gasto neste trabalho, não é o nosso negócio pregar várias vezes por dia ou cuidar deste ou daquele grupo ou ministério, mas sim salvar quanto mais almas pudermos: trazer quanto mais pecadores ao arrependimento e com todo seu poder edificá-los em santidade sem a qual não podemos ver a Deus”.

Parece que a Igreja hoje não pensa mais nisso, não chora mais diante dos perdidos, não se gasta mais nessa obra.

4- Uma Igreja conformada demais com os valores deste século.
·  Jovens crentes “mundanos” demais – Diferente de Daniel e seus amigos, que mesmo na Babilônia, “escolheram firmemente não se contaminar com as iguarias do rei”, muitos jovens cristãos hoje estão vivendo os valores deste mundo. Relacionamentos mundanos (ficar, pegar, sexo antes do casamento..); (b) Conversa mundana (ao conversar com muitos deles talvez vc nunca reconheça que existe ali um cristão)
. Hoje nos EUA e na Europa várias igrejas evangélicas já aceitam e fazem o Casamento gay.
“O apóstolo Paulo nos adverte sobre isso quando declarou em Gálatas 1:8 que há quem pregue outro Evangelho. Nenhuma igreja tem o direito de mudar a Palavra de Deus.
A Bíblia é clara irmãos: “Sem a santificação ninguém verá o Senhor...”

Por isso irmãos, precisamos de um avivamento que santifica a igreja e a prepare para o encontro com Cristo nos ares. 

O QUE NÃO É AVIVAMENTO?

Avivamento não é movimento ou agitação puramente humana. Não é emocionalísmo, não é barulho.

O QUE É AVIVAMENTO?

No dicionário aurélio, avivamento é definido como o ato ou efeito de avivar – tornar mais vivo, mais nítido, cobrar ânimo, ficar intenso.

Em termos espirituais, o avivamento implica um derramamento de poder do Espírito Santo sobre o cristão obediente, a fim de que este se sinta alegre, forte, animado e capacitado a desempenhar bem sua função no Corpo de Cristo e a cumprir a missão que lhe foi designada na obra do Senhor.
O Senhor desejar uma Igreja VIVA, trabalhando, fervorosa na ORAÇÃO, piedosa, para com os pobres e necessitados, igreja missionária a serviço da sociedade, cristãos anunciadores da Palavra de Deus. Igreja geradora de vida, paz e justiça, fermento no reino de Deus e luz no meio da sociedade/comunidade. Igreja aos pés da cruz, e de braços abertos ao pecador.

MAS O QUE AVIVAMENTO SIGNIFICA DENTRO DO CONTEXTO QUE VIVEMOS - A IGREJA DE JESUS?

OS TRÊ RS DO AVIVAMENTO

1- O AVIVAMENTO NOS FALA DE "RETORNAR"!
No salmo 85:6 lemos: "não tornarás a vivificar-nos, para que o teu povo se alegre em ti?"

Este texto nos indica a ideia da necessidade de um retorno. Ele nos fala de sairmos de um estado de apatia e inércia, para uma vida de alegria e significado. O AVIVAMENTO trás a ideia de um retorno a vida.

“Tenho, porém, contra ti que abandonaste o teu primeiro amor. Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras; e, se não, venho a ti e moverei do seu lugar o teu candeeiro, caso não te arrependas.” Apocalipse 2. 4-5

Você já percebeu que o caminho de volta é sempre mais difícil, complicado? É MAIS DIFÍCIL VOLTAR, MAS NÃO IMPOSSÍVEL.

É como numa caminhada. O médico sempre diz aos gordinhos: “você precisa de uma dieta balanceada e fazer uma caminhada diária”. Mas quando se perde o ritmo é difícil voltar, mas não impossível. O caminho de volta é proposto pelo próprio Jesus: “Lembra-te, pois, de onde caíste, arrepende-te e volta à prática das primeiras obras” - Volte ao primeiro amor!


2- O AVIVAMENTO NOS FALA DE "RESTAURAR"
 “Restaura, SENHOR, a nossa sorte, como as torrentes no Neguebe”. SALMO 126:4

Davi conhecia bem a região do Neguebe, porque foi por lá que ele andou quando estava fugindo do rei Saul, que queria mata-lo. Muito provavelmente Davi assistiu ao fenômeno das torrentes restaurando o vale do Neguebe e usou essa imagem.

O Neguebe era um lugar árido, muito seco, um grande deserto, mas que durante os meses de outubro a abril (a estação das chuvas), recebia um fenômeno natural e espantoso: as chuvas fortes em regiões distantes faziam correr dos montes uma enorme quantidade de águas e estas águas iam aos poucos formando riachos que regavam o deserto levando vida em abundância. É isso que o avivamento trás. Vida em abundância!

O avivamento restaura verdades e restaura a nossa vida também.
Restaura aquilo que um dia cremos (nossa doutrina), e vivemos (nossa prática), mas que por alguma razão abandonamos ao total desaprezo. Portanto o avivamento é uma restauração daquilo que está esquecido, obscurecido ou perdido.

O avivamento restaura o altar da nossa vida. Restaura o nosso fervor, nosso ânimo e nossa paixão pelo senhor do reino e pelas coisas do reino, o nosso caráter...

3- O AVIVAMENTO NOS FALA DE "RESTITUIR"!
“Restitui-me a alegria da tua salvação e sustenta-me com um espírito voluntário”. SALMO 51:12

Eu creio que avivamento é tempo de restituição, amém!

Restituição é bíblico, é de Deus, mas não da maneira como muitas Igrejas ensinam hoje, quero de volta o que é meu, etc... Não é restituição material....

Tempo de restituir a alegria. Como é difícil quando não se têm mais motivos para sorrir, quando só há olhar baixo, desânimo, desesperança, lágrimas, pranto, quando os olhos não brilham mais. A alegria é de Deus! Alegrai-vos no Senhor, outra vez digo, alegrai-vos. (Filipenses 4:4).

É a restituição de um entusiasmo de servir a Deus; da alegria do Senhor que é a nossa força.

O texto nos fala da alegria da Salvação. A Salvação é o bem mais preciso na vida da pessoa que foi resgatada por Jesus Cristo. Todo ser humano que entrega a sua vida a Cristo, recebe da parte D’Ele uma alegria enorme que transborda o coração. Porem muitas das vezes as lutas, a provas do dia a dia, o pecado cometido faz com que a pessoa perca esta alegria da Salvação, a alegria de louvar, de fazer a obra se Deus.

E esta alegria é mais que do que ter bênçãos materiais– novos apartamentos, novos carros, novos empregos e novas empresas. "avivamento é uma operação do espírito De deus, entre seu povo". É Deus agindo em sua igreja. É a volta do culto verdadeiro, da adoração genuína, da contrição de coração.

É esta vida que o avivamento pode restituir!

Que Deus nos ajude a sairmos da "vida morta", e restaure em nós seu altar, restituindo-nos um estilo de vida coerente com o caráter dele!

CONCLUSÃO: Se você não quer uma transformação real não busque o avivamento. O avivamento real nos levará a uma vida de compromisso com o Reino e poder no Espírito Santo!


Pr. Gilberto Oliveira Rehder
Ministração: Culto de Domingo 26/04/2015
Igreja Metodista Catalão




Nenhum comentário:

Postar um comentário